Fique por dentro
     

Notcias

Coletivo de Mulheres da FEM-CUT/SP Realiza Balano de Lutas e Define Metas Para 2016

16/12/2015

Atividade aconteceu, nos dias 10 e 11, no clube de Campo do Sindicato dos Metalúrgicos de Cajamar

Por: Viviane Barbosa, Redação FEM-CUT/SP - Publicação: 14/12/2015

Reunio do Coletivo de Mulheres da FEM-CUT/SP - foto: Fernanda Gonalves

 
Reunião do Coletivo de Mulheres da FEM-CUT/SP - foto: Fernanda Gonçalves

A Secretaria da Mulher da FEM-CUT/SP realizou, nos dias 10 e 11 dezembro,  balanço das atividades do coletivo em 2015 e definiu metas de lutas para o próximo ano. O evento contou com a participação de dirigentes metalúrgicas de todo o Estado.

A atividade aconteceu na cidade de Jarinu, localizada no interior de São Paulo, no clube de Campo do Sindicato dos Metalúrgicos de Cajamar.

Durante a atividade, participaram a Secretária Estadual de Mulheres do Partido dos Trabalhadores (PT), Marta Regina Domingues, a Martinha, que abordou as conjunturas  nacional e econômica em que passa o Brasil, destacando que grupos conservadores e da direita tentam dar o golpe na democracia, querendo impor uma agenda de retrocessos para a classe trabalhadora, com a tentativa frustrada de impeachment da presidenta Dilma, e que os movimentos sindical e social darão sua resposta em defesa da democracia e contra os golpistas no ato nacional da CUT e movimentos que acontecerá em São Paulo e Brasília, na quarta-feira (16).

Também enriqueceram  os debates as companheiras Marli Melo, Secretária de Mulheres da Confederação Nacional dos Metalúrgicos (CNM/CUT), e a Secretária Adjunta da Secretaria Estadual da Mulher Trabalhadora da CUT/SP, Márcia Viana, que socializaram, por exemplo, os encaminhamentos da última reunião do Coletivo de Mulheres da CUT Nacional, realizado no dia 8 de dezembro, em São Paulo, que abordou a oficina de Políticas Públicas para fortalecer a autonomia das mulheres trabalhadoras.

Nessa atividade, foram debatidas as prioridades que orientarão a intervenção das trabalhadoras da CUT no processo preparatório da IV Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres, prevista para acontecer em março de 2016, que estão entre as prioridades: autonomia econômica para as trabalhadoras rurais, igualdade salarial, licença parental, creche, a ratificação da convenção 156 da OIT e a regulamentação e organização sindical da trabalhadora doméstica.

Desafios

Para a Secretária da Mulher da FEM-CUT/SP, Andréa Ferreira Souza, a reunião do Coletivo de Mulheres foi muito produtiva e contou com ampla participação de todas as companheiras.

“Nosso Planejamento para 2016 está cheio de novidades e ideias inovadoras. Entre as nossas metas estão a realização de Encontros semelhantes a este e os sindicatos filiados continuarão realizando atividades para marcar a importância, por exemplo, do Dia Internacional da Mulher, 8 de março. Também daremos visibilidade sobre os direitos sociais de interesse das mulheres metalúrgicas, que serão debatidos com as bancadas patronais durante a Comissão Permanente de Negociação das Cláusulas Sociais, um avanço inédito conquistado na Campanha Salarial deste ano”, relata.

A dirigente do Sindicato dos  Metalúrgicos de Itu, Alessandra M. de Oliveira, disse que as dirigentes metalúrgicas também enfatizaram que a união de todas será fundamental para um bom desenvolvimento das ações, e que essas lutas devem ser construídas junto com o apoio e participação de homens e mulheres.

 

 

Agência de notícias da  FEM-CUT/SP
Mídia Consulte Comunicação
Redação: imprensa@fem.org.brjornalismo@midiaconsulte.com.br
Editora-chefe: Viviane Barbosa - Mtb 28121
Redatora: Vanessa Barboza - Mtb 74572

Siga-nos: www.twitter.com/femcut
Facebook: www.facebook.com/fem.cutsp


•  Veja outras informaes
 
SINDICATO DOS METALÚRGICOS DE MATÃO
Rua Sinharinha Frota, 798 - Centro - Cep 15990-060 - Matão / SP
Fone: (16) 3382-5944 / E-mail: atendimento@metalurgicosdematao.org.br