Fique por dentro
   

Notícias

ONU: Brasil é referência mundial no controle da AIDS

16/07/2015

Documento mostra o importante papel brasileiro na história global de combate à epidemia

divulgação divulgação 
 

Publicado em: 15/07/2015

O Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (Unaids) reconhece o Brasil como referência mundial no controle da epidemia. O documento, divulgado na terça-feira (14), destaca que o objetivo de chegar 15 milhões de pessoas em tratamento para o HIV no mundo foi alcançado nove meses antes do prazo. O relatório aponta o importante papel do País na história global de combate à doença.

O relatório destaca que o Brasil foi o primeiro país a oferecer combinação do tratamento para HIV. Segundo o documento, ao fazer isso, o governo brasileiro desafiou as projeções do Banco Mundial de que haveria um aumento de novas infecções por HIV. Com a garantia do acesso universal ao tratamento do HIV, o Ministério da Saúde negociou com multinacionais farmacêuticas para garantir a continuidade do acesso aos medicamentos antirretrovirais aos brasileiros e assim, conseguiu estruturar um programa forte de controle da epidemia. O novo relatório, com mais de 500 páginas, também revela que as metas para a aids estabelecidas como Objetivos do Milênio – de deter e reverter a propagação do HIV – foram alcançadas.

Ainda é preciso avançar

Mesquita ressalta ainda que, apesar dos avanços, o Brasil e o mundo têm muitos desafios pela frente na resposta ao HIV e Aids, como a redução do números de pessoas que têm HIV sem saber. Para isso, o Ministério da Saúde tem adotado algumas estratégias, como a ampliação da testagem, a conscientização sobre o uso da camisinha e o início precoce do tratamento, em caso de soropositividade. Nos quatro primeiros meses de 2014, foram realizados 1,9 milhão de testes no País, sendo que em 2015, no mesmo período, foram 2,1 milhões de testes.

Acesso a medicamentos

Em um ano, foi registrado aumento de 30% no número de pessoas que iniciaram o tratamento com antirretrovirais no Brasil. O crescimento foi observado após a implantação do novo Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas para Manejo da Infeção pelo HIV em Adultos, lançado pelo Ministério da Saúde em dezembro de 2013. No período de um ano, o número de novos pacientes com acesso aos antirretrovirais passou de 57 mil para 74 mil por ano. Atualmente, cerca de 404 mil pessoas usam estes medicamentos, ofertados pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Com Portal Brasil 

Agência de notícias da  FEM-CUT/SP
Redação: imprensa@fem.org.brjornalismo@midiaconsulte.com.br
Editora-chefe: Viviane Barbosa - Mtb 28121
Redatora: Vanessa Barboza - Mtb 74572

Siga-nos: www.twitter.com/femcut
Facebook: www.facebook.com/fem.cutsp


•  Veja outras informações
 
SINDICATO DOS METALÚRGICOS DE MATÃO
Rua Sinharinha Frota, 798 - Centro - Cep 15990-060 - Matão / SP
Fone: (16) 3382-5944 / E-mail: atendimento@metalurgicosdematao.org.br