Fique por dentro
   

Notícias

Frente Parlamentar contra PL4330 será lançada nesta quinta

25/06/2015

A iniciativa é do companheiro deputado estadual (PT) Teonílio Barba

foto: Barba foto: Barba 
 

Publicado em: 24/06/2015

Será lançada nesta quinta-feira (25) a Frente Parlamentar contra PL4330, que tramita no Senado como PLC 30, que autoriza a terceirização indiscriminada das atividades-fim nas empresas.

O lançamento será, às 18h, na Sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC (Rua João Basso, 231- SBC).

Caso seja aprovado, esse Projeto representará um retrocesso para os trabalhadores, que perderão seus empregos e direitos, que foram conquistados com muita luta e suor. “É importante que o Legislativo de São Paulo se posicione contra a ameaça de precarização do Trabalho”, destaca o deputado estadual (PT), o metalúrgico Teonílio Monteiro (Barba-foto), que conduzirá os trabalhos da futura Frente.

A Frente tem como objetivo ampliar o debate sobre o projeto, mostrando os malefícios que a aprovação da terceirização da atividade-fim terá sobre o direito dos trabalhadores.

Segundo o deputado, a meta principal da Frente é mobilizar a classe trabalhadora para sensibilizar o Senado a vetar o projeto de lei, recentemente aprovado pela Câmara dos Deputados. “Caso seja aprovado, o Projeto representará um retrocesso para os trabalhadores”, afirma.

O Sindicato foi escolhido para sediar o lançamento da Frente em função do histórico de mobilização e luta dos Metalúrgicos do ABC, entidade que lidera movimentos trabalhistas desde o final da década de 1970.
Estarão presentes os deputados que apoiam a Frente Parlamentar contra o PL 4330: Adilson Rossi (PSB), Alencar Santana (PT), Ana do Carmo (PT), Átila Jacomussi (PCdoB), Beth Sahão (PT), Carlos Gianazzi (PSOL), Carlos Neder (PT), Clélia Gomes (PHS), Ed Thomas (PSB), Geraldo Cruz (PT), João Paulo Rillo (PT), Jorge Wilson (PRB), Leci Brandão (PC do B), Luiz Carlos Gondim (SDD), Luiz Fernando (PT), Luiz Turco (PT), Marcia Lia (PT), Marcos Damasi (PR), Marcos Martins (PT), Orlando Morando (PSDB), Paulo Correa Jr. (PEN), Professor Auriel (PT), Raul Marcelo (PSOL), Ricardo Madalena (PR) e Roberto Trípoli (PV).

Sobre o PLC 30/2015

Com a alegação de regular os contratos de terceirização, se aprovado, o PLC 30/2015 vai retirar direitos trabalhistas históricos e precarizar o emprego no Brasil, aprofundando desigualdades e fragmentando a organização dos trabalhadores.

No Brasil, há mais de 12 milhões de terceirizados – 26,8% do mercado formal de trabalho. No país, o Estado de São Paulo concentra o maior número de subcontratações – 4,1 milhões de terceirizados (30,5%), quase um terço dos 9,5 milhões contratados diretamente (69,5%).
 

Redação da FEM com Assessoria de Imprensa do SMABC

Agência de notícias da  FEM-CUT/SP
Redação: imprensa@fem.org.brjornalismo@midiaconsulte.com.br
Editora-chefe: Viviane Barbosa - Mtb 28121
Redatora: Vanessa Barboza - Mtb 74572

Siga-nos: www.twitter.com/femcut
Facebook: www.facebook.com/fem.cutsp


•  Veja outras informações
 
SINDICATO DOS METALÚRGICOS DE MATÃO
Rua Sinharinha Frota, 798 - Centro - Cep 15990-060 - Matão / SP
Fone: (16) 3382-5944 / E-mail: atendimento@metalurgicosdematao.org.br