Fique por dentro
   

Notícias

29 de maio: Metalúrgicos, bancários, professores, servidores e condutores cruzarão os braços em SP

29/05/2015

Trabalhadores vão à luta contra a terceirização, as MPs 664 e 665, os ajustes fiscais e em defesa dos direitos e da democracia

Arte: divulgação 
 

Publicado em: 28/05/2015

Sexta-feira (29) é dia de os movimentos sindical e sociais entrarem em campo novamente contra a terceirização, as MPs 664 e 665, os ajustes fiscais e em defesa dos direitos e da democracia. Na quinta mobilização nacional encabeçada pela CUT em 2015, os trabalhadores atacarão em várias frentes.

Bancários 
Na capital paulista, o Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região anunciou que em algumas agências os trabalhadores cruzarão os braços.

 

Professores e servidores federais e municipais 
Também na sexta, os professores de São Paulo, em greve há 80 dias, fazem uma assembleia no vão livre do Masp, às 14h, para decidir sobre a continuidade da paralisação. A seguir, a categoria sairá em passeata até a Praça da República, onde se juntará a servidores federais e municipais organizados no Fórum do Funcionalismo da CUT, também em campanha salarial, que realizarão um ato unificado às 17h.

Metalúrgicos e trabalhadores no transporte

Em São Bernardo, o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC tem protestos marcados contra a demissão nas montadoras. Em Taubaté, os trabalhadores na Volkswagem também farão paralisação; Os condutores de Guarulhos e de Sorocaba também atrasarão os turnos.

 

Rurais e MST
Ainda como parte da manifestação, o MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) protestará em duas rodovias em São Paulo, enquanto o MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) promoverá atos em agências da Caixa Econômica Federal contra o ajuste fiscal que cortou recursos para o Minha Casa Minha Vida.

Segundo o presidente da CUT-SP, Adi dos Santos Lima, os trabalhadores paulistas não abrirão mão de apontar ao governo federal a necessidade de usar outros métodos que não joguem a conta no colo do trabalhador.

“Além de combater a sonegação fiscal, é possível incrementar a receita taxando os lucros de empresas do ramo financeiro, taxar as grandes fortunas, heranças, medidas que não foram adotadas, ao contrário do aperto contra os trabalhadores. Nosso ato no dia 29 é para dizer ao governo que vamos endurecer cada vez mais se não voltarem atrás nessas medidas”, finaliza. 

Confira as atividades programadas para o país até o momento:

CUT- BA
5h - paralisação de diversas categorias.

13h – Concentração no Iguatemi e ato dos movimentos sindical e social, com caminhada até a FIEB.

CUT- DF
10h - Ato na Praça do Buriti contra a política neoliberal implantada pelo GDF, contra o PL 4330, e as MPs 664 e 665). Ao longo do dia, manifestações e paralisações de diversas categorias e setores, do campo e da cidade. Informações, AI CUT-DF, Vanessa 61-9908-0303/944-3009

CUT- MG
Às 16h, concentração e ato público na Praça Afonso Arinos, na Região Central da capital mineira.

CUT- MT
Às 14h, movimentos sindical e social sairão em caminhada da Praça Ulisses Guimarães, na Avenida do CPA, pelo Centro Político Administrativo.

Além da luta contra a terceirização e o ajuste fiscal, MT¨também vai protestar contra o governo Taques que descumpre a Lei de Reajuste Salarial dos Servidores Públicos.

CUT – PE
Às 14h, ato público em frente à sede da Federação das Indústrias de Pernambuco (Fiepe), em Santo Amaro.

CUT- PI
8h - Concentração e ato público na Praça da Liberdade

CUT- RJ
15h – Concentração na Cinelândia

18h – Chegada de passeata de outras entidades e manifestação unitária na Cinelândia

CUT-RS
Durante a manhã serão realizadas ações (assembleias, caminhadas e paralisações) nos locais de trabalho, promovidas pelos sindicatos tanto na capital quanto em diversas cidades do interior do estado.

Às 12h, inicio da concentração em frente à Fecomércio (Rua Alberto Bins, 665).

Depois, caminhada até a Praça da Matriz.

CUT-TO
Às 9h, ato público próximo ao Colégio São Francisco, Avenida JK, em Palmas.

Além de protestar contra terceirização e MPs, trabalhadores/as de Tocantins vão protestar contra a proposta indecorosa do governo Estadual de parcelar a data-base em três vezes, sendo a última em maio de 2016.

CUT-Bahia

Lideranças de várias entidades e movimentos sindicais vão cruzar os braços no dia 29 de maio contra as MP’S 664 e 665 e o Plano de Ajuste Fiscal, que representam grandes retrocessos para a Classe Trabalhadora no Brasil.

5h – Início da Paralisação Geral

13h – Concentração no Iguatemi e ato dos Movimentos Sindical, Social e Popular em Defesa da Classe Trabalhadora - – Caminhada até a FIEB.

CUT-Rio de Janeiro

CUT-RJ e sindicatos filiados farão panfletagem na Central do Brasil para mostrar para a população os motivos do Dia Nacional de Luta. Programação completa será divulgada durante a semana. 

15h – Concentração na Cinelândia

18h – Manifestação com outras entidades

CUT-Piauí

8h - Concentração na Praça da Liberdade

Com CUT Nacional e SP

 

Agência FEM-CUT/SP
Redação:
imprensa@fem.org.brjornalismo@midiaconsulte.com.br
Editora: Viviane Barbosa - Mtb 28121
Siga-nos: 
www.twitter.com/femcut


•  Veja outras informações
 
SINDICATO DOS METALÚRGICOS DE MATÃO
Rua Sinharinha Frota, 798 - Centro - Cep 15990-060 - Matão / SP
Fone: (16) 3382-5944 / E-mail: atendimento@metalurgicosdematao.org.br